O AMOR CHEGA CALADINHO

O amor chega caladinho

Dei um passo… O segundo
Os passos naufragaram…
A porta continua fechada.
Joguei flores, gritei bem alto
Nada de ouvir…
– Será que o som desviou?
Caminhei por outros lados
Para ver se a porta abria
Questionei comigo mesma
O que fazer?…Nada acontecia.

Calma… O amor sempre espera
Passa todo dia pelas ruas.
Ronda por toda a parte
Quando a porta se abre…
Entra sem fazer barulho.

ELZI SENR30/03/2011

AMOR DE VERDADE

Amor de verdade

O teu corpo é minha morada
o teu olhar meu amanhecer…
Unidos de corpo e alma
fortaleza de um eterno viver.

Eu te amo e por ti espero
Eu te mo e por ti tenho paixão
Eu te amo com tanto ardor
que quero morar no teu coração.

Um amor que ultrapassa fronteiras
que transcende o coração
Que se encontram alem do corpo
para viver uma fogosa paixão.

Esse é amor de verdade
não apaga por um simples não.
Pode passar muito tempo
que ficará guardado no coração.

ELZI SENRA

LAÇA-ME

LAÇA-ME

Laça-me com seu olhar
Que fulmina o meu ser…
Laça-me com suas carícias
Que me fazem enlouquecer.
Laça-me com teu corpo
Que me dá tanto calor.
Laça-me com sua sedução
que conquistou meu amor.
Laça-me com seu sorriso
com todo seu poder…
Laça-me com sua corrente
que ao seu lado quero viver.
Laça-me com teus laços
mesmo aquele de peão.
Laço forte e poderoso
Que amarrou meu coração.

Enquanto tiver amor
Quero em seus braços ficar
Quando do amor desistir…
É só pegar o laço e desatar.
ELZI SENRA
25/03/2011

O BARQUINHO DE PAPEL

Balançando sobre as ondas
O pequeno barco de papel
Lentamente segue seu destino
Sem saber onde… O céu?

Pode ser longa sua jornada
Vai o barquinho todo fagueiro
Aumenta a velocidade
Não carrega nenhum passageiro.

O que leva é felicidade
De uma criança a brincar
Olhando aquele barquinho
Rumo ao grande mar.

Subindo e descendo ondas
O barquinho sumia de vista
Seguia firme sem desabar
Conseguindo sua conquista.

A criança o seguia de longe
Uma obra prima de se admirar
Que fez com muito carinho
E sabe que não irá voltar.

12/08/2010

O acaso no ocaso

A conquista se fez por acaso
num dos ocasos da vida…
Um belo sorriso sedutor
Flechou esse coração sonhador.

Foi um maravilhoso presente
sem mesmo ser aniversário.
Nós dois estendidos sobre a areia
na penumbra, um lindo cenário.

Depois de curtirmos o momento
a noite chegou sem demora…
De mãos dadas seguimos sem rumo
A beleza da vida é o agora…

ELZI SENRA
21/03/2011

O amor é o maior poder

Uma casinha de barro
Coberta de sapé
Bem distante, num monte.
Lá mora o amor
Na simplicidade da fé.

Aves no terreiro
Patinhos no lago
Porcos no chiqueiro
Tudo muito lindo…
Ali o amor é verdadeiro.

Correndo pelos montes
Livres como pássaros
Respirando a natureza
Esquecendo a pobreza…
Lá o amor é a maior riqueza.

A simplicidade nem é percebida
Onde o amor é o maior poder
De que adianta a riqueza
Se não existe amor pra viver.

ELZI SENRA

A FLECHA DO CUPIDO

Que anjinho convicto
Passa certeza no olhar.
Com essa carinha meiga
Acerta-se ao flechar.

Os corações abertos
Olham pro anjo querido
Esperam ganhar de presente
A flecha do cupido.

Mas acerta um coração
Que espera por esse momento
De viver um grande amor
E gritar o seu sentimento.

Os dois corações se envolvem
Num grande amor destemido
Fortemente unidos
Pela flecha do cupido.

17/10/2010
ELZI SENRA