BEIJOS COLHIDOS NA CHUVA

 

Seu beijo rolou com os pingos da chuva

E veio parar na minha mão.

Envia-me milhões de beijos

Guardarei com amor e emoção.

Fico apreciando a chuva cair

Vejo o brilho dos pingos no ar.

São milhares de beijos que descem

Não quero perder nenhum.

Corro de um lado a outro

E pego todo beijo que aguento.

Cada beijo que consigo

É um pedaço de você aqui dentro.

É uma linda colheita

Que me alegra e dá emoção

Beijos que chegam e são colhidos

Estão guardados no meu coração.

27/04/2012 ELZI SENRA

FOTO DO MEU AMIGO IRINEU ISAAC ….(OBRIGADA Irineu)

Anúncios

VOU ESPERAR

A chuva pode cair fininha

Eo céu não estrelar

O frio pode ficar mais frio

Os rios podem inundar.

Não desisto… Vou esperar.

Nem o silêncio da noite,

 com a falta de barulho na rua.

Mesmo as nuvens espessas,

 escondendo o clarão da lua.

Nada vai mudar… Vou esperar.

Mesmo que o telefone fique mudo

Que o carro quebre ou fure o pneu.

Que a madrugada apareça e ele não.

Nada vai mudar… Vou esperar.

Pode ser verdade o que ele vai falar

Pode ser sincero, tenho que acreditar.

A desculpa pode ser convincente

Nada vai mudar… Vou esperar.

24/04/2012

É TÃO BOM!

É tão bom ficar juntinho do seu corpo…

Sentir a paz, que só o amor consegue transmitir.

É tão bom ouvir a sua voz, que se preocupa comigo e quer compartilhar do meu afeto.

É tão bom surpreender-me, quando estou distraída.

É tão bom quando ouço o compasso de suas palavras…

É quando o seu amor está saindo por todos os poros.

É tão bom quando diz o meu nome. Você diz com tanto carinho que finjo nem ouvir, para ouvir outra vez.

Sinto a sua proteção e não canso de dizer… Como é bom estar com você!

21/04/2012 ELZI SENRA

O pensamento de um mendingo

 

O que eu queria era… Ser gente.

Mas não me deixam aparecer.

Passam e nem me olham…

Acham que eu não preciso viver.

 

Será que é porque sou pobre?

Eu nem tenho nada pra comer.

As migalhas é o que me restam…

Acham que eu não preciso viver.

 

Minha história ficou no tempo

ou não tenho nada pra me esquecer.

Sei que estou aqui na praça…

Acham que eu não preciso viver.

 

O meu presente é esta realidade

Um sem teto na rua  a vagar.

Será que alguém irá me perceber

ou acham que eu não preciso viver?

 

ELZI SENRA

 

 

 

 

 

 

DOCE AMOR

Marquei você na minha vida e hoje é dia de festejar

A nossa felicidade vai ultrapassar as nuvens

E brilhar com as estrelas.

Meu coração está em festa

A vida nos dá outra oportunidade.

O amor me deixa leve, quando amo de verdade.

Sinto que temos o mesmo sentimento

O bem que lhe quero é o seu bem me quer.

Cuidados e muito amor é o que sinto por você

É uma dádiva divina poder amar e viver.

Seu amor é acolhedor, doce encanto de compreensão.

Quando eu estou triste, corro pra dentro do seu coração.

ELZI SENRA  ABRIL 2012

CORRE DEMAIS

A flor dizia…

Hoje vi meu pássaro azul

O pássaro que alegria me trás.

Que  me encanta e canta

E faz meu coração bater mais.

Beija-me todos os dias

Antes de ir voar.

Do espaço envia-me sons

Que só eu sei captar.

Por todo local que passa

Ele sente que quer mais

Resolve tudo depressa

Só meu mel o satisfaz.

Deixo o meu melhor mel

Aquele doce  que faz falta.

Beija-me, meu beija-flor.

Só seu beijo me conforta.

Abril 2012

A LUA QUE ERA FLOR

Olhava pra lua, que nem era lua.

Estava no céu, uma linda flor.

Era o que meus olhos viam,

Eles estavam inebriados de amor.

Meu pensamento só em você

Meu corpo cheio de emoção.

A lua e o amor numa verdadeira cintilação.

Via a lua ora prateada, ora dourada.

Cada vez que era a lua, jorrava-se fulgor.

Quando era flor, ela dizia… Sou o amor.

Eu via o que queria ver

O nosso amor refletido no céu.

Nós dois juntinhos e felizes

Numa  verdadeira lua de mel.

03/04/2012 ELZI SENRA