OLHAR ESPECIAL

OCASO olho Rita enviesado-rita
O amor está com um olhar
Tão envolvente!
Daqueles pra dizer…
Vem comigo!
Um olhar chamativo
Eu diria, é chama.
Chama que queima
Um olhar de quem ama.
Um olhar que seduz
Mexe com a emoção
Um imã
Que atrai pro coração.
Um olhar possuidor
Eu me vejo bem felina
É tanto amor
Que me sinto sua menina
ELZI SENRAassinatura_1

Anúncios

MOTIVAÇÃO

pensar rosa

É MADRUGADA
Na memória um sonho
Relembro cada passagem
E meu rosto sempre risonho.
Um sonho lindo
Cheio de receio.
Com beijos inocentes
Pareciam ser o primeiro.
Beijos nos olhos
Beijos na testa
Beijos no rosto
Grande festa!
Festa do reencontro
Festa da companhia
Grande motivação
Para alegrar nosso dia.
ELZI SENRA
assinatura_1

13626583_1184649848265658_2582498620054115282_n

DO MESMO LADO

 

Do lado de cá eu o observo

Ele  finge não me ver.

Umas pequenas compras

Para camuflar a emoção.

Queria correr pros seus braços

Para unir nossos corações.

Não esperei por muito tempo

Ele veio sem resistência,

Sem controle,

Saudou-me.

Grande a minha aflição

Ao ver aquela estampa

Bem colorida…

Uma obra de arte

Bem hilário

Foi eu dar a mão ao contrário.

Mas sou bem de sorte

E segurei firme a mão estendida

Muitos carinhos

Estava a receber.

Proponho carinhos pra toda a vida.

Pro lado de cá quero que venha

Pro lado de lá ele quer me levar.

Corações apaixonados

Do mesmo lado querem ficar.

 

12/08/2016 ELZI SENRAassinatura_1

 

É TUDO SEM IGUAL

É TUDO SEM IGUAL
13516470_808126615955655_5547294551276505845_n

Para eu esquecer esse amor
Eu esqueço de você ou de mim?
O meu coração é seu
É um amor eterno
Acho que deveria ficar como está
Nem eu saio do seu coração
Nem você vai pra outro lugar.
Assim continuaremos
para sempre juntinhos.
É tudo sem igual
é o maior esplendor.
Nenhum obstáculo vai fazer
eu desistir do seu amor.
ELZI SENRA

Beira do rio

foto_0644

AS BORBOLETAS

Na beira do rio

A borboleta voa.

Na beira do rio

Eu também sorrio.

Na beira do rio

Corro feito criança

e a borboleta

nem me dá confiança.

A borboleta queria era brincar.

Eu corria e ela corria.

Ela pousava aqui e acolá.

Pare borboleta,

só quero te apreciar!

Insisti, persisti

Até que ela ficou deslumbrada,

Abriu as asas e ficou parada.

Que linda!

BEIRA RIO

FESTA13932706_835610073207309_2418857360894372364_n

O rio está em festa

Num manancial de amor

O rio está em festa

Está cheio de flor

Águas cinzentas

Águas doces

Águas secas

Águas molhadas

Águas!!… Águas?

Mistura de qualidade

Ou qualificada jornada

Um rio abrigo

Rio acolhedor

Atrai amigos

Aos braços do amor.

ELZI SENRA 02/08/2016

BEIRA RIO

AREIA

035

Areia branca

Areia bruta

Areia fina

Areia cor.

Areia grossa

Areia molhada

Cadê a areia?

Ta na carroça

Areia massa…

Doce lar!

ELZI SENRA

BEIRA RIO

RUA BRUMANTE

A rua está escura.

Não vejo o seu final

Olho até sumir…

Nada de especial!

Penso em você e

envolta nessa escuridão,

nem vejo o banco da calçada.

Que solidão!

Pensamentos clareiam a mente

nem ligo pra lâmpada da rua queimada.

Os pirilampos rondam o rio…

Alegria! Alegria!

Está quase madrugada.

Um novo dia para o sol clarear a rua

Outro dia de novas expectativas

Outro dia para novas alegrias

Outro dia, você vai chegar.

ELZI SENRA

BEIRA

BEIRA RIO

LUSTROSA

029.JPG

Na beira do rio

Olho para o alto

E no morro a brilhar…

Uma lustrosa.

Toda espaçosa

Linda num altar

É rosa?

É uma flor

Que cor?

Vermelho carmim,

Lilás,

Encarnada…

São flores lindas

E sorriem pra mim.

ELZI SENRA

135912942203

BEIRA RIO

Ando pela estrada

Lado a lado com o rio.

Ele caminha silencioso

e eu olho pra ele e sorrio.

A margem sempre é festa

Pássaros,

Borboletas,

Flores,

Tudo em vão.

Reflito…

Por que o silêncio?

Eu distraída com as borboletas

e com a beleza ao redor,

Nem tinha percebido

o porquê do desamor.

O rio era para cantar!

Paro e olho pro seu leito

Ai, ai! Tão raso!

Percebi que o seu silêncio tinha nome

GUERREIRO

Uma luta constante de sobrevivência

Contra todo o descaso e sujeiras que jogam

dentro dele.

A certa altura parei

Precisava voltar.

O rio continuava seu percurso.

A vida não pode parar.

Quem sabe um dia ele voltará a sorrir e cantar…

BEIRA RIO

RUA BRUMANTE

A rua está escura.

Não vejo o seu final

Olho até sumir…

Nada de especial!

Penso em você e

envolta nessa escuridão,

nem vejo o banco da calçada.

Que solidão!

Pensamentos clareiam a mente

nem ligo pra lâmpada da rua queimada.

Os pirilampos rondam o rio…

Alegria! Alegria!

Está quase madrugada.

Um novo dia para o sol clarear a rua

Outro dia de novas expectativas

Outro dia para novas alegrias

Outro dia, você vai chegar.

ELZI SENRA

assinatura_1

O PICA PAU

PICA U

O pica pau apareceu

Chegou fazendo barulho

Bica aqui… Bica lá…

Será sede?

Com um triste olhar

Ele percebe algo diferente

Tudo minguando!

Está secando a fonte.

pica

.

NA BEIRA DO RIO

 

QUE CONFUSÃO!

O sapo sai sem rumo

Atravessa a rua

Olha para o rio

E pensa que o sol é lua.

 

O boi vai beber água

Quer ver a cidade

Atravessa o rio

Quer  ter a liberdade.

 

O Jacu se mistura

Vai para o terreiro.

Come com as galinhas

E dorme no poleiro.

 

Os patinhos nadam

De margem a margem.

Não se pode fazer barulho

É pato selvagem!

 

A garça quer flutuar

Em cima da água do rio

Está bem difícil

A água está por um fio.

 

Os canários cantam

Chuvisco frio

Bebem água na couve

Pensando nas gotas do rio

 

 

Que confusão!

Os animais não sabem o que fazer

Tem que mudar a rotina

É preciso saber viver…..

014

 

 

BEIRA RIO

002.JPG

JOÃO DE BARRO

Uma casinha

Começa a aparecer.

De carinho a carinho

Ela vai crescer.

Um busca o barro

O outro faz a lição.

Juntos

Num só coração.

O trabalho é árduo

Nada de moleza

Sol quente do meio dia

À  tarde só beleza.

O sol se esconde

Hora de descansar

Um pouco de curtição

Momentos para amar.

013.JPG