O PEIXINHOVOADOR

O PEIXINHO VOADOR

1174864_404710052963982_556323233_n

O peixinho pulava
Mergulhava no ar.
Peixinho, peixinho!
Você precisa nadar.

Ele queria ser livre
Subir e descer
Nadar nas alturas
Mergulhar pra viver.

Eu olhava o peixinho
Ele me olhava curioso
Sumia dentro da água
Voltava todo poderoso.

Era divertido olhar o lago
Ver aquele peixinho risonho
Vê-lo nadar até sumir…
Em busca de novos sonhos.

02/09/2013 ELZI SENRA
Marcar fotoAdic

PEIXINHO SORRISO

O PEIXINHO SORRISO
peixinho

O peixinho crescia e queria nadar.
Ainda não sabia, mas queria aprofundar.
Mergulhava até a outra margem,
Mas ele queria mesmo era o fundo do mar.
Corria… Corria… Não cansava de correr.
Era tudo divertido… Ele começava a viver.
O peixinho era bem curioso
Certo dia, entrou por uma parede.
Ele pensou que fosse um castelo… Oh! Era uma rede!
Mas o peixinho era também esperto e pensou num feitiço…
Tinha que reverter a situação
Olhou para o pescador e deu aquele SORRISO.
07/07/2013 ELZI SENRA

A BORBOLETA AZUL

A borboleta azul

BORBO AZUL

A borboleta sabia que era especial
Voava deslumbrante ao balanço do véu
Num beijo sublime acariciava a flor
Numa despedida para um passeio ao céu.
Toda feliz subia ao encontro do infinito.
Alcançava seu mais prazeroso esplendor
As suas asas confundiam-se com o céu
Era o azul… Azul da alegria, azul do amor.

ELZI SENRA agosto 2013

O PREÇO DO CARINHO

passaro_na_gaiola

Perdido no seu mundo
sem noção do certo ou errado,
Ele acredita no amor
e nem percebe o pecado.
A alegria em ter carinho
faz dele o mais perfeito artista.
Ele molda a perfeição…
Tudo perfeito em sua vista.
Pobre perdido nos sonhos
Cercado de mediocridade
Alimenta-se de fantasias
Nos momentos de felicidade.
A alegria o transforma
e canta, canta passarinho.
Mas um usurpador bem esperto
quer cobrar pelo carinho.
Mas o seu dia chegará
e tudo vai ficar clarinho.
O céu vai se abrir e…
Voa, voa passarinho.

15/09/2014 ELZI SENRA

PÁSSARO INFELIZ

gaiola

A tristeza toma conta
de um lindo pássaro,
no início da sua escola.
Começava seus pequenos voos
e sem saber…Cai numa gaiola.
Fica ali naquele pequeno abrigo,
sem olhar o céu, o ar, mar
e todos seus grandes amigos.
Aqueles sonhos de subir alto,
conhecer várias cidades,
cantar e sorrir… Nada, nada.
Só infelicidade.
Cortaram toda sua alegria,
Uma verdadeira escuridão.
Pássaro infeliz, sem futuro,
numa profunda solidão.

18/08/2014 ELZI SENRA

A BORBOLETA NO QUINTAL

008

A borboleta pousava na árvore
A borboleta pousava na flor
Voava… Voava… Voava
Queria encontrar o amor.

Às vezes ela voava bem alto
Outras vezes pousava no chão
Nenhum lugar estava lindo
Queria pousar num coração.

Batia suas asas douradas
Num grandioso espetáculo
Nem o convite das flores
Fazia esquecer o amado.

Esperou com o coração aberto
E nem um gole no botequim
Esperou… Esperou e nada
Voou para outro jardim.
10/11/2013 ELZI SENRA

ENQUANTO VOCÊ NÃO VEM…

amor_janela

Escrevo… Escrevo… Escrevo
Não me canso de repetir
Meu amor por você é especial
E para sempre irá existir
Coloco minha saudade no papel
E me visto de amor pra esperar
Marco os passos pela casa
Num tempo infinito que não quer passar.
Lembro-me de tudo da sua presença
O som demorado no chuveiro…
O barulho do chinelo arrastando a casa…
Os amassos no travesseiro…
As suas gargalhadas quando fico atrapalhada
E o seu carinho pra eu não mudar de cor…
Enquanto isso eu estou no trabalho… Vem logo meu amor!
É tão ruim ficar longe tantos dias assim
É como um céu sem constelação…
É um rio num leito vazio…É um corpo sem coração.

Fevereiro 01/02 /2013 ELZI SENRA